Tórax

Costelas

São finos arcos ósseos de convexidade externa que formam o gradil costal. Há doze de cada lado, existindo particularidades entre elas. As sete primeiras são verdadeiras, pois estão unidas ao esterno por cartilagem costal. A 8º, a 9º e a 10º são chamadas de falsas, pois só alcançam o esterno através da 7º cartilagem costal. A 11º e 12º são flutuantes, pois não se articulam anteriormente e por isso flutuam.

Primeira costela: é a menor e a mais encurvada. Além disso, é chata e larga. Décima primeira e décima segunda: não possuem colo nem tubérculo e se estreitam em sua extremidade anterior. A décima segunda é menor e não possui ângulo nem sulco costal.

Torax

Gradil Costal ou Caixa Torácica e o Cíngulo do Membro Superior

Costelas – vista lateral direita

Costelas – vista lateral direita

Costelas

Costelas

 

 

 


Esterno

É uma placa óssea alargada que forma a porção média da parede ventral do tórax.

Consiste de três partes: Manúbrio: é a porção mais superior e tem formato quadrangular. Corpo: é mais longo, mais fino e mais achatado que o manúbrio. Processo xifóide: é a menor das três partes. No jovem é uma peça cartilaginosa que se ossifica ao longo do desenvolvimento.

Posição anatômica:

Lateralmente: face convexa

Inferiormente: sulco costal

Dorsalmente: cabeça

Esterno – vista anterior Esterno – vista lateral esquerda

Esterno – vista anterior
Esterno – vista lateral esquerda