Articulações do Crânio

As articulações entre os ossos do crânio são de três tipos: as suturas, que são as mais comuns, a sincondrose craniana e a diartrose do tipo condilar que se faz entre a fossa mandibular do osso temporal e o côndilo da mandíbula.

Suturas ou Sinfibroses Cranianas

Retirando a articulação temporomandibular e a sincondrose entre o osso temporal e parietal, todas as outras articulações do crânio do adulto são suturas. Para ver as suturas crânianas, clique aqui.

Sincondrose Craniana

É a articulação que existe entre a parte petrosa do osso temporal e o processo jugular do occipital. É a única sincondrose do adulto.

Articulação Temporomandibular

É uma sinovial condilar que combina gínglimo e plana. Ocorre entre a cavidade glenóide do osso temporal e côndilo da mandíbula sendo interpostos por um menisco interarticular. Permite os seguintes movimentos: afastamento e aproximação dos maxilares (mordida), circundação, deslocamento lateral e uma ligeira protusão.

Meios de união:

– Cápsula articular

– Ligamento lateral (temporomandibular): dois feixes curtos que saem do zigomático em direção da mandíbula

Articulação Mandíbula

Articulação da Mandíbula

– Ligamento estilomandibular: sai do processo estilóide do osso temporal e se fixa no ângulo da mandíbula.

4.2 Introducao2Posição fechada: O côndilo da mandíbula está separado da fossa mandibular do
osso temporal por um fino menisco que atua como um coxim quando abrimos e fechamos a boca para falar, mastigar ou respirar.

Posição aberta: O menisco permanece em posição 4.2 Introducao3quando se movimenta a articulação.

4.2 Introducao4

Articulação temporomandibular com a mandíbula quase fechada

4.2 Introducao5

Articulação temporomandibular com a mandíbula aberta